Setembro amarelo: qual a importância de falar sobre o assunto

Setembro Amarelo é uma campanha que teve o seu início há alguns anos, a sua proposta é chamar as pessoas à reflexão e levar elas a pensarem sobre o suícidio. 

O suicídios muitas vezes é um “último ato” que se manifesta por causa da depressão, ou seja, é muito comum ver essas duas situações juntas. 

Contudo, mesmo em pleno século 21, a passos lentos esse tema tem sido tratado abertamente. 

Além da reflexão, a proposta do setembro amarelo é levar as pessoas a se vestirem de empatia, amor ao próximo e solidariedade. 

Portanto, fique com a gente até o final deste texto para saber mais sobre esse assunto que é muito importante. 

Setembro amarelo: Conhecendo sobre a campanha que é uma verdadeira chamada para empatia 

A grande verdade, é que o setembro amarelo é todos os dias. Todo dia é preciso nos vestirmos de empatia, aprender a ouvir o outro e ter um coração disposto para ajudar quem precisa. 

Segundo dados da OMS, em 2012 mais de 800 mil pessoas tiraram a própria vida, e entre esses 800, 75% moram em países de baixa renda.

Fica ainda mais sério quando chegamos à informação de que a cada 40 segundos acontece um suícidio.

Além disso, o suícidio é a causa da morte de muitos jovens que estão entre 15 e 29 anos de idade. 

Muitas dessas pessoas são levadas a esse ato por tristeza profunda onde por consequência se dá pela falta de não ter um amigo ou amiga para conversar, para agir de forma empática. 

Tendo em vista esses números expressivos sobre o suícidio, o setembro amarelo tem se mostrado uma campanha muito importante que exala empatia. 

Além disso, chama outras pessoas para agir dessa forma também, e como uma melhor forma de alcançar essas pessoas que sofrem com depressão e muitas das vezes acabam em suícidio. 

setembro amarelo é acompanhado de muitos debates, rodas de conversas sobre o assunto, caminhadas em lugares específicos da cidade, alguns locais são decorados também. 

Setembro amarelo é para lembrar que você não está só

Mesmo assim, muitas pessoas não se sentem tocadas com essas ações que são feitas por causa da campanha. 

Nesse sentido, muitas delas continuam fechadas para novas conversas, para novas ajudas e acabam por fomentar a ideia de suícido. 

E se em algum momento você considerou essa ideia, lembre-se que você não está só! Não precisa passar por isso sozinho (a). 

Além disso é muito importante que pessoas que começam a ter pensamentos suicidas procure ajuda o mais rápido possível, assim, a pessoa pode ter um acompanhamento psicológico.

Lembre-se, você não está só! Busque ajuda, se você estiver com grandes problemas, conte com a ajuda do centro de valorização à vida (CVV). 

Esse  incrível projeto visa prestar apoio tanto emocional, bem como a prevenção ao suícidio, o chat é 24 horas todos os dias.

Lembre-se, em caso de ajuda, ligue 188 ou acesse www.cvv.org.br

Conclusão

Depressão não é brincadeira, muito menos “frescura”, ao contrário, é um assunto muito sério e que exige atenção e empatia. 

Por isso, se você conhece alguém que tem passado por um momento complicado, onde as coisas não estão dando muito certo, estenda a mão, ajude ela. 

É muito importante que você se vista de empatia. Incentive as pessoas que passam por essa situação a buscarem ajuda profissional. 

Comentários